2019-11-25

Resultados obtidos em Kazan - Rússia 2019 - 45.º Edição do Campeonato Mundial das Profissões

 

Resultados obtidos em Kazan - Rússia 2019 - 45º Edição do Campeonato Mundial das Profissões

 

 

 

Na maior e mais mediática edição do Campeonato Mundial das Profissões, que decorreu em Kazan, na Rússia, a 45ª edição do WSI - World Skills International, tendo ali participado 1.354 concorrentes em 56 profissões, o CENFIM integrou a Seleção Nacional com 6 dos seus 14 concorrentes, em 5 das 12 profissões em que Portugal se fez representar.

 

Portugal, de entre 63 países participantes, obteve uma meritória 22ª posição do geral, com 6 profissões com medalhas de excelência, sendo 3 originárias da decisiva prestação dos concorrentes do CENFIM.

 

Cerimónia de abertura na Arena de Kazan

 

A 45ª edição do WSI decorreu de 22 a 27 de Agosto, tendo a cerimónia de abertura, que decorreu na Arena de Kazan com capacidade para 45 mil espetadores, rivalizado com os maiores eventos desportivos de cariz mundial, merecendo o evento, para nós, o epiteto de “Olimpíadas das Profissões”.

 

Momento da entrada da Seleção Nacional na Arena de Kazan

 

Durante 4 dias consecutivos, de 23 a 26 de Agosto decorreram as provas no espaço “Expo Kazan” com condições de excelente acolhimento para este evento.

 

Imagem de uma das zonas da Expo Kazan

 

Relembro que este é um culminar de um ciclo que se iniciou em 2017 com o 4º CENFIM Skills, ao que se seguiu o Campeonato Nacional das Profissões, Beja 2018, onde todos estes concorrentes se sagraram campeões Nacionais, tendo ainda todos participado posteriormente no Campeonato Europeu Euroskills - Budapeste 2018 e agora na etapa final neste Mundial de Kazan 2019.

 

Os 6 concorrentes do CENFIM que participaram em 5 profissões, obtiveram meritórios resultados que merecem o nosso registo, nomeadamente:

 

Em Fresagem CNC, profissão que envolveu 31 concorrentes oriundos de todo o mundo, o Rui Carvalho, do Núcleo do CENFIM da Trofa, acompanhado pelo jurado Zacarias Lebre, logrou obter distinta medalha de Excelência, que vai acumular ao seu palmarés internacional da medalha de Bronze do Europeu de Budapeste 2018.
 

Rui Carvalho CNC, focado na parametrização do centro de maquinação

 

Rui Carvalho nas afinações finalíssimas a concluir a sua prova
 

Rui Carvalho e o seu preparador e jurado Zacarias Lebre no final da prova


Em Refrigeração e Climatização, profissão que envolveu 28 concorrentes oriundos de diferentes quadrantes do mundo, o Francisco Campos, do Núcleo do CENFIM do Porto, acompanhado pelo jurado Paulo Riço, obteve uma distinta medalha de Excelência, que também vai acumular ao seu palmarés internacional da medalha de Bronze do Europeu de Budapeste 2018.

 

O Francisco Campos num momento de grande concentração que é a todos requerida do principio ao fim da prova

 

O Francisco Campos em momento de acabamentos na sua prova

 

Francisco Campos e o seu preparador e jurado Paulo Riço, numa fase de mudança de módulo


Em Eletromecânica Industrial, profissão que envolveu 16 concorrentes de craveira mundial, o Rui Martins, do Núcleo do CENFIM da Trofa, acompanhado pelo jurado Adelino Santos, obteve também distinta medalha de Excelência, que também acumulará ao seu palmarés internacional da medalha de Bronze do Europeu de Budapeste 2018.

 

O Rui Martins num momento em que compara o projeto com o realizado

 

O Rui Martins em momento final da programação da sua prova

 

Rui Martins e o seu preparador e jurado Adelino Santos, no final da prova

 

Também tendo uma condigna participação, mas diversas contrariedades não permitiram, por pequena margem, a obtenção das desejadas medalhas, tivemos 2 equipas que contudo souberam honrar o nome de Portugal e do CENFIM, nomeadamente:

 

Em Mecatrónica Industrial, profissão que envolveu 68 concorrentes (34 equipas duplas) oriundos dos 4 cantos do mundo, a Sónia Caetano e o Pedro Simões, do Núcleo do CENFIM de Torres Vedras, acompanhados pela jurada Susana Martins, empenharam-se com dignidade e, de Kazan, juntaram esta rica experiência à sua medalha de Excelência arrecadada no Europeu de Budapeste 2018.
 

A dupla Sónia Caetano e o Pedro Simões, conscientes da importância dos detalhes

 

A dupla Sónia Caetano e o Pedro Simões, conscientes da importância do testar cada etapa em curso

 

Em Desenho Industrial CAD, profissão que envolveu também 31 concorrentes de 4 continentes, o Francisco Oliveira, do Núcleo de Ermesinde do CENFIM, acompanhado pela jurada Marlene Moreira, também empenhados de forma condigna associaram esta rica experiência à sua medalha de Excelência arrecadada no Europeu de Budapeste 2018.
 

O Francisco Oliveira concentrado nos seus vitais monitores

 

Francisco Oliveira e a sua preparadora e jurada Marlene Moreira, já mais descontraidos no final da prova
 

Releve-se que mais uma vez cumprimos com os objetivos da Seleção Nacional e os concorrentes do CENFIM, obtiveram 3 das 6 medalhas de Excelência da Seleção Nacional, ou seja, o CENFIM representando 40% das profissões da seleção, arrecadou 50% das medalhas trazidas para Portugal.

 

Merecerá ainda uma nota, a atenção dedicada que a comitiva que acompanhou os concorrentes e jurados a Kazan, tentando estar sempre presentes com manifestações de apoio, reconhecimento e carinho pelo esforço dedicado, ficando aqui apenas 2 registos de muitos outros, do nosso Diretor a felicitar os seus “atletas” no final da prova.
 

Aqui um forte abraço ao concorrente no final da prova com a equipa de apoio na retaguarda
 

Aqui a apreciar a obra feita na companhia do Adelino Santos

 

Este foram os condignos resultados dos concorrentes do CENFIM integrados na Seleção Nacional e que muito nos honram contudo, importa também referir que também nos domínios técnico-pedagógicos, os técnicos do CENFIM continuaram a deixar relevante marca a nível mundial que importa aqui registar, nomeadamente:

  • O Dário Pinto, nosso Diretor do Núcleo de Ermesinde do CENFIM, irá dar continuidade, a convite do WSI, à sua função de Skill Competition Manager em Mechanical Engineering CAD;
     

  • O Adelino Santos, nosso Diretor do Núcleo da Trofa do CENFIM, foi eleito pelos seus pares como “Chief Expert” em Eletromecânica Industrial, como reconhecimento do seu Know-how e capacidade de liderança, cargo qua acumula agora com a mesma responsabilidade no Euroskills;
     

  • O Jorge Maurício, do Departamento de Gestão de Projetos - DGP, que continua a desempenhar a sua função de complexa responsabilidade de “Adviser” nos domínios de análise de competências e avaliação, também a convite direto do WSI.

 

A culminar uma foto da equipa do CENFIM com o Diretor do CENFIM - Manuel Grilo.

 

Um registo da equipa do CENFIM no final da cerimónia de encerramento

 

Para concluir esta nota, será também evidenciar o relevo que a Rússia imprimiu à 45º Edição do Campeonato Mundial das Profissões e, concomitantemente, da Formação Profissional, tendo a sessão de encerramento contado com a presença, ao mais alto nível da Federação Russa, do Presidente Vladimir Putin.

 

Parabéns à Seleção Nacional e em particular à equipa do CENFIM.